Quanto vale meu carro Usado?

Uma pergunta que todos nós fazemos ao pensarmos em trocar de carro. A resposta é simples. Vale o que pagarem por ele. Se for um consumidor final, um amigo ou parente, provavelmente o preço será maior porque a pessoa estará comprando o carro com a certeza de como ele foi mantido. Se for uma Concessionária o valor será uns 20% menor. Este valor esta diretamente ligado ao custo de estoque, garantias, comissões e uma margem de lucro na hora da revenda. Não importa em que estado você esteja a conta nunca será muito diferente destas duas situações.
Entretanto, após determinar se vai tentar a sorte e vender seu carro a um particular ou a uma empresa você precisará decidir para qual carro novo você esta inclinado a ter. Os carros tem preços, pacotes e condições muito parecidas. O que pode diferenciar? 
O Atendimento. Uma empresa que tem boas avaliações no www.iscdigital.com.br ou uma boa reputação em sua pagina do Facebook pode fazer toda a diferença caso você enfrente algum tipo de problema. Todos sabemos que não existe maquina perfeita e não existem processos perfeitos, porem pessoas que buscam lhe ajudar e resolver o problema de forma transparente pode ser o diferencial que você precisa.
Depois de analisar a reputação on line da Concessionária, visite e deixe sua avaliação para que outros consumidores possam fazer o mesmo.

Boas Compras e Bom passeio de carro novo!

Qual a diferença entre duas concessionárias da mesma marca?

Concessionárias Autorizadas trabalham com padrões de funcionamento estabelecidos pelas montadoras. Teoricamente todas deveriam ter os mesmos processos e prazos. Entretanto, a grande diferença esta nas pessoas envolvidas. Se o processo de garantia leva 1h para ser realizado, deveria demorar o mesmo em todas as concessões, mas não é o que acontece. Algumas vezes nos deparamos com pessoas mais produtivas ou mesmo envolvidas que buscam uma solução para seu problema. Algo como vamos resolver rapidamente e depois que eu te liberar eu faço a parte burocrática. Infelizmente, não são todas as pessoas que tem a boa vontade. Vemos pessoas que sabem e gostam de servir, são atentas aos detalhes e se preocupam com as pessoas. As empresas que conseguem treinar e preparar melhor estas pessoas se diferenciam das demais no quesito ATENDIMENTO. Você não ve reclamações no site reclame aqui de empresas que conversam e buscam entender os problemas de seus clientes. Entender e solucionar os problemas deveria ser parte do processo.
Se você foi bem atendido e quer deixar sua satisfação registrada para outros consumidores use o portal: http://www.iscdigital.com.br e faça sua avaliação sobre o atendimento de uma concessionária. É Simples, fácil e gratuito. 

Como monitorar a qualidade de atendimento de sua concessionária de automóveis

Atualmente as concessionárias de veículos mensuram a qualidade do atendimento logo após a entrega do veículo (pós compra) ou logo após um reparo na oficina. Na maioria das vezes este contato é feito por telefone. Este processo antecede o controle de qualidade das montadoras e busca orientar a direção da empresa sobre possíveis problemas ocorridos ou processos que precisem de melhorias.

Uma forma mais eficaz de se monitorar a qualidade de atendimento é usar a internet. Sem incomodar os clientes um email pode questionar sobre como foi o atendimento ou serviço realizado.

Outra forma de se controlar a qualidade de atendimento, principalmente quando se tem mais de um ponto de venda, é usar o sistema ISC DIGITAL. Com ele a Concessionária monitora on line todas as pesquisas realizadas e pode criar mecanismos de alerta.
Se algum cliente der uma nota diferente de 5 estrelas um email pode ser disparado para o gerente responsável objetivando buscar uma solução rápida. Tão importante quanto resolver o problema do cliente é melhorar o processo para que novos eventos similares não ocorram, melhorando a qualidade para os próximos clientes.
Envolver a equipe e mapear os pontos de melhoria pode ser uma tarefa muito mais fácil quando você tem as ferramentas certas.
Saiba mais em: http://www.iscdigital.com.br

 

Como publicar uma avaliação no ISC Digital?

Acesse o ISC Digital e em seguida a página de avaliação da concessionária utilizando a busca por revendas listadas, por Estado, cidade ou marca. Preencha o formulário “Avalie agora” no início da página e indique sua satisfação. Justifique o porquê da sua avaliação no campo “Comentários”. É necessário se identificar com nome e e-mail, mas não se preocupe: seu e-mail não ficará visível para todos, nós respeitamos a sua privacidade. Depois é só clicar em “Publicar” e sua avaliação estará no ar em poucos segundos.

Como encontrar as avaliações que a concessionária já recebeu no ISC Digital?

Para conhecer as avaliações dos outros consumidores que compraram um automóvel ou utilizaram os serviços de assistência técnica de uma revenda que você está pesquisando, busque pelo nome da concessionária no ISC Digital (www.iscdigital.com.br),  e, ao localizá-la, clique no seu nome. Uma nova página se abrirá com as avaliações que a concessionária já recebeu, seja nos atendimentos das lojas físicas ou nos canais on-line. Nesta página, você poderá ver todos os comentários e também fazer a sua avaliação.

ISC Digital – Boas Práticas

É importante compartilhar a sua experiência com o máximo de detalhes, expondo claramente os motivos de sua insatisfação caso esteja fazendo uma reclamação. Indique a data do atendimento, se possível, o nome do funcionário que lhe atendeu. Também somos consumidores conscientes e entendemos a raiva e a frustração de um defeito não corrigido, de um prazo não cumprido ou de qualquer outra coisa que deu errado, mas não permitimos o uso de termos inadequados e xingamentos. Se isso ocorrer retiraremos do ar total ou parcialmente a sua avaliação.

“O cliente é a razão da existência da empresa. Sem ele, a empresa não sobrevive.”

Com certeza você já ouviu essa máxima e por várias vezes pode ter pensado, não sem razão, de que se tratava de um clichê, de uma frase vazia.

No Brasil, a história de entidades civis ou governamentais que atuam na proteção e defesa do consumidor é recente. Apenas no início dos anos 1990, por exemplo, é que a lei conhecida como Código de Defesa do Consumidor foi criada. De lá para cá muita coisa mudou no mercado brasileiro e as empresas e consumidores tiveram que se adaptar a nova realidade. Com as tecnologias de informação e comunicação, com a maior conscientização dos consumidores do seu poder, direitos e deveres. A disseminação das informações, das opiniões dos consumidores, das reclamações feitas na internet, principalmente, nas redes sociais, o consumidor ficou muito mais exigente e manifesta sua opinião, satisfação ou insatisfação por vários meios.

Antes das redes sociais, os departamentos de marketing alertavam que cliente satisfeito elogiava para até 3 pessoas. O insatisfeito reclama, comenta com outros e repassa sua insatisfação para até 11 pessoas… e não volta mais! Multiplique esses números por milhares, pelo alcance das relações sociais de cada consumidor no Facebook, por exemplo, com 83 milhões de usuários brasileiros ativos, sendo que 56 milhões acessam a página todos os dias, da audiência de sites como o Reclame Aqui, sem contar o poder de viralização que algumas mensagens alcançam. Três ou onze se tornaram dezenas, centenas.

As empresas descobrem rapidamente que seus concorrentes estão fazendo melhor, com mais qualidade, isto é:

  • Fazendo aquilo que foi combinado com o cliente.
  • Entregando ao cliente o produto ou serviço apropriados para o uso.
  • Prestando serviços no prazo combinado e sem erros
  • Com qualidade no atendimento e conquistando a confiança do cliente.

Para as marcas e montadoras de automóveis a preocupação com a qualidade de produtos e serviços, não é recente, mas se intensificou após os anos 1990 com a abertura do mercado e o aumento da concorrência. As concessionárias, os revendedores autorizados das marcas de automóveis não são responsáveis pela qualidade do produto, mas são a interface do fabricante com o consumidor e cabe a eles garantir a satisfação e a fidelização do cliente.

A satisfação com a marca de automóveis é influenciada pelo serviço personalizado, pelo tempo de realização do serviço oferecido e pelo modo como a concessionária trata as reclamações dos clientes. São fatores importantes que influenciam a satisfação e a fidelidade com a marca de automóveis. Sabendo disso, as montadoras investem dinheiro e tempo para treinar e desenvolver as competências dos profissionais das concessionárias visando a satisfação do consumidor. Mecânicos são treinados para trabalhar com eficiência e rapidez, seja nas intervenções eventuais ou nas manutenções preventivas. Os profissionais de venda e de pós-venda também tem suas habilidades desenvolvidas pelas marcas de automóveis.

Essas ações são praticadas há anos pelas marcas de automóveis e, apenas, para dar uma ordem de grandeza, no último ano uma das marcas estabelecida no Brasil desde os anos 50, investiu R$ 20 milhões na inauguração de 8 centros de treinamento Brasil afora para capacitar de 27 mil profissionais de vendas e assistência técnica da sua rede.

Para atender as necessidades dos clientes as concessionárias e montadoras têm que ouvi-los, portanto.